press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

Gás Mostarda, o início da Guerra Química

Armas Químicas

   

  O gás mostarda foi a arma química mais utilizada na Primeira Guerra Mundial e, devido à sua elevada eficácia ganhou o título de “Rei dos Gases de Batalha”. Apesar de existirem químicos mais tóxicos, o gás mostarda permaneceu, como a arma química de escolha, durante o conflito Irão-Iraque (1983-1988).

  A Convenção das Armas Químicas foi aprovada em 1992 pela ONU, levando à paragem do fabrico e destruição dos arsenais químicos. Contudo, sete países não assinaram a convenção, incluindo a Síria, que à semelhança da Coreia do Norte, Rússia e Estados Unidos, já confirmaram possuir arsenais químicos. Atualmente existem evidências de que o composto foi utlizado na Guerra Civil da Síria, assim como outras armas, tais como o Sarin e VX.

  O uso de armas químicas está muito associado a conflitos sociopolíticos e os seus efeitos na Humanidade são bem conhecidos contudo ainda não existem formas eficazes de tratar a intoxicação.

   Diga NÃO às armas químicas!

Comunicação de risco